O Mapa de Risco da Covid-19, divulgado nesta sexta-feira (5), indica que pela segunda semana consecutiva a Região Metropolitana l , que inclui a capital e os municípios da Baixada Fluminense, ficou classificada na bandeira verde (risco muito baixo) para a doença. As demais regiões apresentaram risco baixo, ficando com bandeira amarela, mesma classificação geral do estado.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, o número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e de óbitos caíram, ambos, 41%.

O secretário de estado de Saúde, Alexandre Chieppe, disse que está havendo redução no número de internações em todas as regiões de forma consistente. “Essa redução vem se mantendo desde o início de agosto e nos permitiu alcançar o resultado de flexibilização em que hoje estamos, o que é excelente para o estado do Rio. Por isso, mais uma vez reforço a necessidade das pessoas se vacinarem, incluindo a segunda dose e a dose de reforço”, disse.

Com o avanço da campanha de imunização e a redução da transmissão da doença, a taxa de ocupação de leitos para covid-19 segue em queda sustentável. A de UTI passou de 33%, no levantamento anterior, para 27%; e a de enfermaria, de 20% para 18%, as menores desde o início deste ano. “Todas as regiões de Saúde apresentaram uma taxa de ocupação de UTI e de enfermaria, inferiores a 50%. Por isso, parte dos leitos está sendo revertida para tratamentos de outras especialidades”, indica o Mapa de Risco da doença.

A taxa de positividade para testes da covid-19 no estado do Rio de Janeiro em outubro ficou em 10%. É a menor desde o início da série histórica da pandemia. O monitoramento realizado pela Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde registrou uma redução de 13% nos exames com resultados positivos em relação aos realizados em setembro.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *