Um exemplar do urso-de-óculos (Tremarctos ornatus) – a única espécie da família Ursidae que tem como habitat natural a América do Sul – foi recebida ontem (5) pelo Zoológico de Brasília para fins de reprodução em cativeiro. A fêmea, chamada Liz, pesa 60 quilos e veio de Salvador para encontrar Ney, um macho de 12 anos que vive na capital federal desde 2017.

A escolha dos dois indivíuos foi feita por comparação e compatibilidade genética, informou a instituição em nota. Liz chegou a Brasília por via aérea e já está sob os cuidados da instituição.

“A chegada da Liz tem o objetivo de contribuir efetivamente para a conservação da espécie por meio da reprodução em cativeiro. O nosso objetivo é que tanto Liz quanto Ney e seus filhotes façam parte dos programas de conservação internacionais. Se tudo der certo na reprodução, a gestação ocorre em sete meses, com um a três filhotes”, afirmou o diretor de Mamíferos do Zoológico de Brasília, Filipe Reis, à agência de notícias do Governo do Distrito Federal.

O Zoológico de Brasília informou que a ursa ficará em regime de quarentena durante 30 dias e que não será exposta aos visitantes durante o período. Durante a quarentena, veterinários e zoólogos farão observações para traçar uma estratégia de aproximação entre os dois animais.

Assista na TV Brasil: 



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *